fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
19.05.22

Raspas eleitorais

Na semana passada, Ciro Gomes voltou a conversar com Marina Silva na tentativa de angariar apoio a sua candidatura. A essa altura, seria mais para dizer que tirou Marina das mãos de Lula. Voto que é bom a ex-senadora tem pouco.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.05.22

Lupino

De um cacique do PDT ao RR: “De dia, Carlos Lupi diz que a candidatura Ciro é ‘irreversível ́. À noite, sonha em ser mais uma vez o ministro do Trabalho de Lula”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.05.22

Ponte quebrada

Em busca de pontes com o agronegócio, Ciro Gomes vem tentando se reaproximar do ex-ministro e empresário Blairo Maggi. Sem muito êxito.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.04.22

Quarta via

Nas últimas duas semanas, Ciro Gomes voltou a conversar com Marina Silva, na tentativa de frear sua reaproximação com Lula. Tarefa difícil. O Rede, partido de Marina, já sinalizou que vai apoiar o petista.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.04.22

Presidente da Fiesp movimenta suas peças no tabuleiro eleitoral

O novo presidente da Fiesp, Josué Gomes da Silva, joga em duas posições. Aquela que tem uma ex-posição maior é o distanciamento público do candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, de quem seu pai, José Alencar, foi vice-presidente nos dois mandatos. Josué assumiu a entidade como um reformista, que pretende atrair a nata do setor para colaborar em propostas de política industrial.

O presidente da Fiesp, ao contrário do seu antecessor Paulo Skaf, não quer saber da candidatura à reeleição de Jair Bolsonaro. Se depender dele, Bolsonaro é passado. Mas, a outra posição no tabuleiro de Josué é a discreta colaboração com Lula para construção de uma política industrial “rebelde”, conforme os dizeres de Roberto Mangabeira Unger, que não siga apenas a receita única de incentivos, renúncias fiscais e dinheiro barato. Um dos interlocutores do manda-chuva da entidade é o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho.

Apesar do desgaste dos últimos anos do governo do PT, quando a política de fomento do banco foi associada a práticas pouco ortodoxas de financiamento, Coutinho é um dos maiores, senão o maior, economista industrialista do Brasil, posto que dividia, mano a mano, com os saudosos Arthur Candal e Antônio Barros de Castro. Josué sabe que Lula e Ciro Gomes são os candidatos mais sensíveis ao revigoramento da indústria, que hoje representa cerca de 12% do PIB. Só que a candidatura de Ciro desidratou. Lula é a alternativa, não porque “papai” era colado com ele, mas porque é o único sensível à causa entre os postulantes à Presidência que devem chegar ao segundo turno das eleições. Há muito tempo que a Fiesp é uma bola murcha, para não dizer furada. Cabe a Josué mudar isso. Agora, é aguardar a hora em que ele vai sair do armário.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.03.22

Quem tem a Força?

Ciro Gomes vem tentando se aproximar da Força Sindical, do deputado Paulinho da Força. Tarefa difícil. A entidade pende para o lado de Lula. Inclusive, seu vice-presidente, Sergio Leite, é interlocutor frequente de Geraldo Alckmin.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Ciro Gomes vem tentando uma aproximação com Luiza Helena Trajano, que um dia quase foi ministra de Dilma Rousseff. Neste momento, no entanto, talvez a empresária esteja mais preocupada com a redução dos resultados e a queda livre da ação do Magazine Luiza, que perdeu quase 70% do valor de mercado nos últimos seis meses.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

No PSD, a aproximação entre o prefeito de BH e pré-candidato ao governo de Minas Gerais, Alexandre Kalil, e Ciro Gomes é tratada como fogo de palha. No partido de Gilberto Kassab, a percepção é que, na hora H, Kalil estará no palanque de Lula.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.02.22

Esquenta a disputa… pelo terceiro lugar

O argentino Pablo Nobel, marqueteiro de Sergio Moro, está em busca de youtubers para participar dos programas eleitorais do candidato. A ideia é criar um quadro fixo no estilo podcast, voltado ao público jovem. Seria uma resposta aos vídeos de Ciro Gomes, no modelo “react”, desconstruindo entrevistas e declarações do próprio Moro. Os vídeos do pedetista têm feito razoável sucesso nas redes sociais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.12.21

Deslizando na direção de Lula

A candidatura Ciro Gomes começa a craquelar por dentro. Carlos Lupi, presidente do PDT, não está conseguindo controlar a diáspora nem em seu próprio território, o Rio de Janeiro. O candidato do partido ao governo do estado, Rodrigo Neves, tem feito movimentos de aproximação com Lula.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.