Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
09.07.19
ED. 6152

O risoto da Previdência

A bancada ruralista vai celebrar a votação da PEC da Previdência com uma chuva de arroz. Em meio à tramitação da “reforma de todas as reformas” do governo Bolsonaro, a Frente Parlamentar da Agricultura está prestes a arrancar um programa de subsídios para os produtores do cereal no sul do país. Segundo o RR apurou, os recursos poderão somar cerca de R$ 300 milhões. O acordo deverá ser selado nas próximas duas semanas, na contramão dos esforços do ministro Paulo Guedes para reduzir esse tipo de incentivo. Os termos do benefício foram discutidos na semana passada em uma reunião entre a ministra da Agricultura, Teresa Cristina, e ruralistas, escoltados pelo deputado Luiz Carlos Heinze, um dos próceres da FPA. Os produtores do Rio Grande do Sul estimam um prejuízo de mais de R$ 600 milhões com as enchentes do início do ano.

As “remake news” de Paulo Guedes

O governo vai detonar uma blitzkrieg de estímulos já manjados para reverter as expectativas negativas em relação ao comportamento da economia em 2019/2020. A ação da equipe econômica é um remake das operações de marketing feitas no passado: o governo refoga iniciativas já anunciadas e as apresenta como algo orquestrado e essencialmente novo. O tal plano estruturado a ser divulgado após a votação da Previdência tem por função o reforço nas bolsas e nos mercados do impacto da votação da principal reforma estrutural. Como se sabe, a Previdência será saudada como a conquista da Copa Jules Rimet. Só que à vera ela somente mexe com as expectativas neste ano – interfere pouco na realidade fiscal em 2019 e 2020. O projeto é pedalar, no bom sentido, a reforma acoplada com as outras medidas animadoras das expectativas. A lista, que foi guardada para pós-aprovação da reforma, é de velhíssimas novidades: o choque de energia barata, o saque antecipado do PIS/Pasep e FGTS, aceleração do programa de privatizações, reforma tributária, redução do Estado brasileiro e melhorias no campo microeconômicos, com novas regras para debêntures incentivadas de infraestrutura. Todas as propostas já foram despejadas na mídia, sempre com a condicionalidade da mudança do regime de aposentadoria. A grande expectativa é se Paulo Guedes vai abrir um flanco e liberar medidas fiscais e parafiscais para dar um gás na economia do curto prazo. As reformas e iniciativas mais pretensiosas ainda estão por ser buriladas e só começarão a vigorar a partir do próximo ano. Agora um estímulo na veia talvez seja o que falta para que a malta – e não apenas o mercado de valores mobiliários – compre o conjunto de medidas estruturais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

“Bolsoplay”

Jair Bolsonaro já é uma estrela do cast do SBT. Silvio Santos quer inaugurar a plataforma de streaming da emissora com uma nova entrevista exclusiva do presidente. O lançamento do SBT Play está previsto para agosto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

Queda d´água

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, pretende anunciar em setembro a venda da Saneago. Conta, desde já, com o apoio do BNDES. Se há algo para o qual as torneiras do banco ainda estão abertas são as privatizações.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

Pedágio extra

R$ 1,2 bilhão. Segundo o RR apurou, esta deve ser a conta adicional de investimentos na Ferrovia de Integração Oeste-Leste caso o Ministério da Infraestrutura estenda o empreendimento em 160 km. Falta o TCU dar o sinal verde.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

Uma “contusão” providencial de Moro?

O pedido de licenciamento do ministro Sergio Moro, depois de comemorar efusivamente os gols da seleção brasileira, estava sendo atribuído a vazamento de um dos veículos parceiros do The Intercept na divulgação das falas secretas da Lava Jato. A referida publicação teria sido interceptada pela Polícia Federal, que iniciaria um processo de investigação com base nas informações colhidas. Moro teria tirado alguns dias para não estar a postos quando a operação entrasse em curso. A fonte do RR é boa, mas a história parece inverossímil. Até porque Moro teria de voltar para enfrentar o dragão das denúncias. E a licença demora pouco tempo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

Bolsonaro na Copa América

Na última hora, a comitiva de Jair Bolsonaro criou um problema sui generis para a organização da Copa América. Entre autoridades e agregados, a delegação chegou ao Maracanã, no último domingo, em 30 veículos sem que os gestores do estádio tivessem sido informados sobre a “carreata”. Ao chegar pelo Portão 2 do estádio, foi um corre-corre de funcionários e de dirigentes da CBF para organizar o acesso dos automóveis e depois acomodar todos os convidados do presidente.

Pouco antes da partida entre Brasil e Peru, o prefeito Marcelo Crivella tentou puxar conversa com Jair Bolsonaro e o governador Wilson Witzel sobre o andamento do polêmico projeto de construção do autódromo do Rio, que já foi desmentido até pelos organizadores da F-1. Segundo uma fonte do RR presente ao camarote, ficou falando sozinho.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

Uma pedra a menos no caminho do Carlyle

O encruado IPO da Ri Happy, enfim, deve sair do papel. Um empurrão fundamental para a abertura de capital veio na semana passada, com a decisão do Carf, que isentou a rede varejista de uma autuação da Receita Federal e limpou o balanço da empresa de um passivo potencial de R$ 135 milhões. O Carlyle, controlador da Ri Happy, agradece. Nas conversas mantidas entre a gestora e potenciais investidores, a incerteza quanto à dívida sempre foi tratada como um fator de preocupação e um entrave à oferta de ações.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

Duas caras

Rodrigo Maia tem criticado duramente o jogo de cena de alguns governadores, que, à luz do dia, entoam discursos contundentes a favor da reforma da Previdência e, na penumbra, pouco fazem para incluir estados e municípios no projeto. As orelhas de João Doria e Wilson Witzel devem estar pelando

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

“Nova Paranapanema”

O Grupo Buritipar, de João José Oliveira de Araújo, mantém tratativas para mais um aporte da Glencore na Paranapanema. Araújo é o novo manda-chuva da empresa, após comprar a parte da Previ e ficar com 29% do capital.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

Alta tensão

A State Grid deverá avançar mais algumas jardas no setor elétrico brasileiro. Os chineses estariam em negociações para a compra da participação de 51% da colombiana ISA CTEEP na linha de transmissão do Rio Madeira.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19
ED. 6152

Ponto final

Os seguintes citados não retornaram ou não comentaram o assunto: State Grid, ISA CTEEP e Paranapanema.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.