05.11.19

Paulo Guedes entra de carrinho nos clubes de futebol

Paulo Guedes pisou no gramado com chuteira de trava alta. O ministro da Economia tem feito gestões junto ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para barrar a possibilidade de um novo programa de refinanciamento de dívidas fiscais de clubes de futebol. A proposta é uma das iscas do projeto de lei do clube-empresa assinado pelo deputado federal Pedro Paulo. De acordo com o PL, ao migrar para o novo modelo, a título de contrapartida, a turma da bola ingressaria em um novo Refi s, com a redução de 50% dos juros sobre suas dívidas referentes a tributos federais, além do parcelamento em 240 prestações. Guedes é contra o haircut da taxa de juros e consequentemente a renúncia de receita fiscal. Para o rubro-negro ministro da Economia, o Estado já deu muita colher de chá para os clubes e cada novo programa de refinanciamento de dívida só aumenta o calote. Os times que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro devem quase R$ 2 bilhões à União. O Rio é o campeão dos campeões: o quarteto Vasco, Fluminense, Botafogo e Flamengo soma mais de R$ 800 milhões em dívidas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.11.19

A asfixia do desenvolvimento regional

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, luta não apenas pela sobrevivência da sua Pasta – sob risco de extinção –, mas também pelo aumento do Orçamento para 2020. Canuto tenta esticar o valor previsto de R$ 6,5 bilhões para R$ 7 bilhões. Entre outros dispêndios, o Ministério terá de aumentar o repasse de verbas a governos estaduais da Região Norte para a recuperação de áreas atingidas pelas queimadas na Amazônia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.11.19

“Tiro na cabecinha”

Wilson Witzel prepara uma campanha publicitária, de veiculação nacional, para alardear a queda dos índices de criminalidade no Rio em seu primeiro ano de governo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.11.19

(Des)relações exteriores

O subserviente chanceler Ernesto Araújo deverá seguir o mestre Jair Bolsonaro e também não comparecer à posse do novo presidente da Argentina, Alberto Fernández. Sua ida a Buenos Aires seria o mais apropriado do ponto de vista da reciprocidade: em janeiro, o ministro das Relações Exteriores argentino, Jorge Faurie, veio ao Brasil para a posse de Jair Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.11.19

Desencontro nacional

Dois fatos chamaram a atenção na abertura do 36º Encontro Nacional dos Procuradores da República, na última sexta-feira, em Mangaratiba (RJ). Ao contrário do que se esperava, o PGR Augusto Aras ficou por poucas horas e saiu. E não havia qualquer integrante da força tarefa da Lava Jato.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.11.19

Secretario de Desestatização

Comentário atribuído ao secretario de Desestatização, Salim Mattar: se não fosse o problema com os militares, o governo venderia toda aquela área da Escola Superior de Guerra, na Zona Sul do Rio. Segundo Mattar, daria um mega resort.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.11.19

O marqueteiro que tomou Doril

Na política do Paraná muito se comenta sobre a repentina saída de cena do marqueteiro argentino Jorge Gerez, presença assídua no gabinete do governador Ratinho Júnior (PSD) e de secretarias com orçamento robusto no estado. Curiosamente o publicitário sumiu
depois que começaram a circular em Curitiba notícias de que auditores do Tribunal de Contas do Paraná estariam investigando despesas na área de publicidade autorizadas pelo governador Ratinho Jr. e o secretário de Comunicação e Cultura, Hudson José. Aliás, este último pode deixar o cargo e assumir uma gerência na área de comunicação na Copel, a estatal de energia do Paraná. Consultado pelo RR, o Tribunal de Contas do Paraná informa não ter julgado processo sobre gastos com propaganda envolvendo o governador e o secretário.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.11.19

Partido da Lava Jato

Alvaro Dias, que tentou de todas as formas atrair Sergio Moro para a sua campanha presidencial em 2018, tem novo alvo: está convencido de que Deltan Dallagnol daria um ótimo candidato à Prefeitura de Curitiba pelo seu partido, o Podemos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.11.19

Jesus seja louvado

Depois de Portugal, agora é a vez da África e da Ásia. O Flamengo negocia a venda dos direitos de transmissão de suas partidas para países de língua portuguesa

Wilson Witzel está decidido a ir a Santiago para assistir à fi nal da Libertadores. O paulista que governa o Rio não perde uma oportunidade de vincular sua imagem ao Flamengo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.11.19

Cartas marcadas

Bastou uma reunião, na quinta-feira passada, para a direção da Vale e os 11 sindicatos que representam os 55 mil trabalhadores da companhia chegarem a um consenso sobre o novo Acordo Coletivo de Trabalho. De “novo”, aliás, ele não tem nada. As cláusulas do contrato deste ano serão repetidas, sem qualquer exigência adicional dos empregados – uma confirmação da fragilidade dos sindicatos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.