20.08.18

Petistas duelam por fundo partidário

O PT é um dos raros partidos que ainda não encaminhou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) seu planejamento para a distribuição dos recursos do fundo público eleitoral. A cúpula petista não fechou questão sobre a divisão do dinheiro. A princípio, candidatos a deputado estadual ficariam de fora da partilha. No entanto, assim que a informação se espalhou dentro do PT, na semana passada, os diretórios regionais iniciaram um levante, ameaçando, inclusive, abandonar alianças estaduais fechadas pelo partido. A direção da legenda já acenou com a liberação de aproximadamente R$ 40 mil para cada deputado estadual candidato à reeleição. Ou seja: na ponta do lápis, algo em torno de R$ 700 para cada dia de campanha até 7 de outubro. Mal dá para pagar os “santinhos”. No total, o PT terá direito a R$ 212 milhões do fundo partidário. Acima, só o MDB, com seus R$ 234 milhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.