fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
19.06.20

Dirceu deixa “quarentena” e se une à Frente Ampla

Acabou o confinamento da esquerda. José Dirceu vai se unir à “Frente Ampla pela Democracia”. Dirceu fez chegar às lideranças políticas que estão à frente do movimento a sua disposição de participar das articulações para – sejamos honestos – precipitar o despejo de Jair Bolsonaro da Presidência. A mexida de Dirceu é um movimento político calculado.

Ele se apresentará como um cidadão combativo pela democracia e não como dirigente do PT. Com essa dubiedade, pretende criar uma saída para as inevitáveis narrativas de que rachou com Lula ou está cindindo o PT. O truque é o seguinte: o “comandante” representa si próprio nas conversas suprapartidárias. Mas, ainda que subliminarmente, continua representando também o partido. A posição do PT é a de seguir isolado na oposição ao governo.

Dirceu, não é de hoje, não concorda com esse “pensamento único”. Tem atirado aqui e acolá flechas com endereço certo. Em recente entrevista, por exemplo, declarou que “temos de constituir uma frente das esquerdas para lutar contra Bolsonaro e para ser alternativa ao Brasil”. Como diria o mestre Eliezer Batista, “seja como for, tudo tem que acabar com bom humor”. O engajamento de José Dirceu nas conversas já pontificadas por Fernando Henrique Cardoso, Marina Silva e Ciro Gomes criaria uma curiosa aliança: um ex-presidente aristocrata, uma ex-seringueira, um “cangaceiro” extremante preparado e um ex-guerrilheiro juntos contra Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.06.20

Bicudos

A exemplo de José Dirceu, o economista Eduardo Moreira também tenta costurar uma aproximação entre Lula e Ciro Gomes. Vai gastar saliva para nada. Conselheiro emergente do campo da esquerda, Moreira é fundador do movimento Somos 70, de oposição a Jair Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.06.20

Gabinete do amor

Ideia soprada ao pé do ouvido de Lula por um velho marqueteiro do PT: encapsular toda a sua comunicação nas redes sociais com o termo “gabinete do amor”. É cada uma…

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

01.06.20

T de trabalho

Em uma aliança rara ultimamente, PT e PDT se uniram pela mudança da MP 927. O objetivo é permitir aos trabalhadores que aderiram ao FGTS no regime de saque- aniversário e foram demitidos na pandemia o direito de sacar todo o fundo. Pela lei, eles só podem retirar 40% do FGTS.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.05.20

Coalizão de esquerda

Os presidentes do PSB, Carlos Siqueira, e do PC do B, Luciana Santos, conversam sobre a possibilidade de lançamento de candidaturas conjuntas em pelo menos cinco capitais do país nas eleições municipais. Seria a prévia de uma possível tabelinha na eleição presidencial de 2022. E o PT? Esse segue conversando consigo próprio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.05.20

O mais inimaginável encontro da República

Pode parecer nonsense e talvez até seja, mas circula em rodas do PT que o comandante José Dirceu anda pensando em voz alta sobre um possível encontro entre Lula e Sergio Moro. Ambos se despiriam das vestes de condenado e juiz em nome da causa maior do Brasil. Dirceu é um pragmático elevado à enésima potência. Antes da posse de Lula, articulou o Ministério junto a personagens como Mario Garnero, Jorge Serpa e até Dick Cheney, então vice-presidente dos Estados Unidos e CEO da Halliburton até 2000. Não custa lembrar que a loucura tem precedente. Nos idos de 1966, Carlos Lacerda e João Goulart, antes inimigos figadais, uniram-se na Frente Ampla. A pergunta que não quer calar não é nem mesmo a questão do timing e a disposição de ambos para um evento desses. Mas, sim, o que Moro teria a ganhar com isso?

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.04.20

Lá vem chumbo

O artigo do jornalista Elio Gaspari (“Triste Brasil”), publicado no jornal O Globo, de ontem, despertou na Fundação Perseu Abramo a ideia de criar um “elitômetro”. Com base em uma cesta de dados, seria construído um ranking das melhores e piores elites do país. A Fundação é ligada ao PT. Já viu, né?

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.03.20

Foro privilegiado

O PT cogita lançar o nome de Lindbergh Farias à Prefeitura de Nova Iguaçu. Seria um retorno ao passado – “Lindinho” comandou o município de 2005 a 2009. Ressalte-se que o ex-senador está sem mandato.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.03.20

Síndico ausente

No PT, há uma crescente aflição com o distanciamento de Lula das articulações políticas para as eleições municipais deste ano. O impasse em importantes centros é atribuído à postura do ex-presidente. É o caso do Rio de Janeiro, onde o PT ainda se divide entre lançar candidatura própria ou apoiar Marcelo Freixo (PSOL). Na Bahia, as divergências são ainda acentuadas. A escolha do governador Rui Costa pela pré-candidatura da major da PM Denice Santiago desagradou o cacique do partido no estado, Jaques Wagner. Até o momento, a própria extensão da participação de Lula na campanha ainda é uma incógnita. Pessoas mais próximas ao ex-presidente apostam que ele deverá subir apenas nos palanques de candidatos nas gran- des capitais. Nos demais casos, somente depoimentos gravados para o horário eleitoral. E olhe lá.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.02.20

PT em círculos

Os governadores do PT no Nordeste foram instruídos a bater pesado na fila de espera do Bolsa Família na região, que já atinge mais de 1,5 milhão de pessoas. O assunto foi debatido entre Lula e dirigentes do partido em reunião na última terça-feira, em Brasília. No fundo, é o que resta ao PT: falar a um eleitorado que já é seu.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.