13.03.19

Descriminalização da política

A Comissão de Ética da Presidência da República passará a ser, digamos assim, mais prudente no governo Bolsonaro. Paulo Lucon, que assumiu o comando do órgão ontem, recebeu a orientação de só abrir o processo ético contra autoridades da administração federal após a conclusão de inquérito policial apontando os indícios de culpabilidade.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.