28.03.19

Guerra ao amianto

Na esteira do STF, as instâncias inferiores do Judiciário também parece ter aberto fogo contra o amianto. Na última segunda-feira, a 6a Turma do TRF-1 condenou a Sama Minerações, leia-se a Eternit, e a Saint Gobain a pagar uma indenização somada de R$ 31.423.370,00. A ação é um bom exemplo do dístico “A Justiça tarda, mas não falha”. Refere-se a danos morais decorrentes da exploração de amianto em Bom Jesus da Serra (BA) no longínquo período de 1940 a 1967. Nesse intervalo, ocorreram diversos adoecimentos e mortes na cidade, atribuídos aos efeitos cancerígenos do mineral. Segundo o RR, tanto a Eternit quanto a Saint Gobain vão recorrer ao STJ.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.