fbpx
12.02.20

Caso Boechat: Anac perto de um desfecho

A Anac constatou que o helicóptero da RQ Serviços Aéreos Especializados no qual morreram o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quatrucci, há um ano, em São Paulo, não podia prestar a atividade de táxi-aéreo. Segundo o RR apurou, o processo está em fase final para a definição da multa aplicada à empresa, que deverá ser anunciada nos próximos dias. Procurada, a Anac confirmou que “a empresa ofertante do serviço não poderia comercializar o voo em questão”. Além da punição financeira, a agência poderá também cassar em definitivo o registro da RQ. No último dia 5, a Anac e a Polícia Civil de São Paulo cumpriram mandado de busca e apreensão em nove alvos suspeitos de responsabilidade na queda da aeronave. Durante a operação, equipamentos eletrônicos, documentos e peças de aeronaves foram apreendidos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.