15.08.19

Mordida nos dividendos

Os acionistas da Engie Brasil vão dar sua cota de sacrifício pela compra da TAG junto à Petrobras, operação que chegou a US$ 8,5 bilhões. A empresa vai puxar o freio de mão no pagamento de dividendos. Pela primeira vez desde 2016, não distribuirá 100% dos lucros. A prioridade é conter o crescimento da dívida.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.