Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
03.10.19

Gás boliviano

O governo do Mato Grosso proclamou independência antecipada do monopólio da Petrobras no gás. Está prestes a fechar com a Bolívia um contrato de longo prazo para a compra de energia térmica. O insumo virá de uma termelétrica a gás estatal em Santa Cruz de la Sierra.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

06.09.19

Gás 1

A russa Acron já “quebrou” o monopólio da Petrobras no gás. O grupo, que comprou a unidade de nitrogenados da própria estatal em Três Lagoas (MS), vai entrar pesado na aquisição do insumo diretamente da Bolívia, sem intermediários. O gás é o maior custo estimado do empreendimento, cujas obras ainda serão concluídas pela Acron.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.08.19

Calendário Maia

O marco regulatório do gás, que quebra o monopólio da Petrobras, será votado na Câmara até 15 de setembro. Palavra de Rodrigo Maia para o Palácio do Planalto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

29.08.19

A sina de Três Lagoas

A venda da unidade de nitrogenados de Três Lagoas (MS) pela Petrobras para a russa Acron está longe de ser um ponto final nos imbróglios que cercam o empreendimento. Um grupo de aproximadamente 50 fornecedores ainda cobra judicialmente dívidas do antigo consórcio responsável pela construção da fábrica, encabeçado pela Galvão Engenharia e pela chinesa Sinopec. As empreiteiras já teriam reconhecido um passivo da ordem de R$ 140 milhões, mas os fornecedores garantem que o buraco passa de R$ 1 bilhão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.08.19

Monteiro em dose dupla

O ex-presidente da Petrobras Ivan Monteiro recebeu um convite casado para assumir um assento não apenas no Conselho de Administração da Light, mas também da Cemig, sua controladora. Não custa lembrar que, como diretor financeiro da estatal, Monteiro esteve à frente do processo que culminou com a privatização da BR Distribuidora.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.08.19

Por muito menos já se abriu CPI

O próprio presidente Jair Bolsonaro e a cúpula do governo ficaram indignados com a informação de que a Petrobras seria vendida ainda na atual gestão. Primeiramente porque um assunto de tamanha magnitude política não poderia ser comunicado dessa maneira. Pior ainda seriam as intenções subterrâneas de interferir na Bolsa, chacoalhando as ações da estatal no pregão à vista e no cassino do mercado de opções. Segundo fonte do RR, Bolsonaro pediu providências e rigor na apuração do responsável.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19

Comperj é um caso de polícia

A Petrobras fez um segundo pedido ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, para que tome as medidas de combate ao tráfico na região do Comperj, no município de Itaboraí. A exemplo das regiões próximas do Jardim Catarina e Salgueiro, o Comando Vermelho (CV) domina a área, impedindo a construção de projetos estruturantes. A estrada UHOS, que liga o píer, na Praia da Beira, ao Complexo Petroquímico, tornou-se uma via expressa do crime.

Por onde deveriam ser transportadas milhares de toneladas de peças, são encontrados grupos paramilitares que lembram as FARCs. Em Itaoca, São Gonçalo, a 18 quilômetros do píer, vasos pressurizadores, torres e reatores, entre outros, aguardam a liberação para atravessar o percurso em direção ao Comperj. Quem manda na região não é o estado, mas o CV. Para Wilson Witzel esse tem sido o pior dos mundos. O governador tem assistido aos investimentos de US$ 13 bilhões já realizados no Complexo Petroquímico se depreciarem, ao mesmo tempo em que os aportes de US$ 57 bilhões ainda a serem realizados ficam cada vez mais distantes.

Segundo uma fonte do RR, Witzel é favorável ao enfrentamento para resolver a situação. Só que o aparelho de segurança do estado não tem poder de fogo e tampouco capacidade de ocupação para evitar que os traficantes, uma vez expulsos, retornem posteriormente. Uma das hipóteses seria chamar os militares novamente para uma “intervenção tópica”, restrita e mais duradoura. Mas é necessário verificar sua viabilidade à luz da Constituição. Enquanto o CV manda e desmanda, os chineses, que já confirmaram sua participação no investimento, vão exercendo a arte da paciência milenar. E dezenas de milhares de empregos ficam voando. Só não vão faltar maconha, cocaína e crack.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19

Putin & Morales na terra de Bolsonaro

Uma dobradinha “comunista” poderá se formar sob o teto da Unidade de Fertilizantes de Nitrogenados de Três Lagoas (MS). Prestes a comprar o empreendimento da Petrobras por aproximadamente R$ 8 bilhões, a russa Acron estaria em conversações com a boliviana YFB para a sua entrada no negócio. Em troca do fornecimento de gás para a unidade – cerca de 2,3 milhões de m3 por dia – a estatal do país andino assumiria até 30% do capital da empresa. Sempre há o risco de os anticorpos ideológicos de Jair Bolsonaro reagirem à negociação. Mas o presidente da Bolívia, Evo Morales, e Bolsonaro têm trocado alguns afagos recentes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19

Mordida nos dividendos

Os acionistas da Engie Brasil vão dar sua cota de sacrifício pela compra da TAG junto à Petrobras, operação que chegou a US$ 8,5 bilhões. A empresa vai puxar o freio de mão no pagamento de dividendos. Pela primeira vez desde 2016, não distribuirá 100% dos lucros. A prioridade é conter o crescimento da dívida.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.08.19

Sola gasta

A australiana Karoon, que acaba de comprar o campo de Baúna da Petrobras, por US$ 665 milhões, já prepara seu novo tiro no Brasil. Na mira, blocos na Bacia de Santos que serão leiloados pela ANP na 16a Rodada de Licitações, em outubro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.