fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
19.02.20

No Congresso: reforma tributária e relação com o Planalto

Termômetro

Com a instalação de Comissão Mista da Câmara e Senado para a reforma tributária, ao final do dia de hoje, o tema deve avançar, amanhã.

A expectativa é que comecem a se delinear os termos de um texto que concilie as propostas que tramitam nas duas Casas, bem como abra espaço para articulação – já em curso – com governadores.

Confirmada a predisposição para o acordo, deve ser aprofundado, nesta quinta, o protagonismo do Congresso no tema – acima inclusive do que prevaleceu na reforma da Previdência. Bem como o clima de insatisfação com a falta de definição do governo, que ainda será alimentado, amanhã, por imagem de enfraquecimento do ministro Paulo Guedes.

O dia será fundamental para medir a temperatura da relação entre o presidente e o Parlamento. Entrevista de Alcolumbre hoje, ao lado do governador João Doria, e resposta de Maia ao general Heleno foram recados duros para o Planalto.

A grande questão amanhã será: o presidente Bolsonaro indicará diálogo com o Congresso e baixará o tom agressivo dos últimos dias, marcado por conflito com governadores e envolvimento direto em discussão sobre a morte do ex-PM Adriano da Nóbrega, na Bahia? Ou dobrará a aposta?

A fritura de Paulo Guedes?

Repercussão de adiamento no envio da reforma administrativa, somada a recados de bastidores do Planalto, vão gerar pela primeira vez, amanhã, clima de fritura em torno do ministro Paulo Guedes.

O presidente é dado a avanços e recuos – como já fez diversas vezes com o ministro Moro, de quem recentemente se reaproximou –, o que pode repetir nesta quinta. Mas sua preocupação eleitoral e a insatisfação do ministro, ambas cada vez mais claras, continuarão em pauta – e deixarão sequelas.

Cid Gomes baleado e ambiente de conflito

A notícia de que o senador Cid Gomes foi baleado – não é certo se com bala de borracha ou arma de fogo – ao tentar interromper protesto de policiais encapuzados, em Sobral, favorecerá, amanhã, especulações – diretas ou indiretas – sobre crise institucional no país. É possível que haja entrada mais forte de Ciro Gomes na cena nacional.

China e EUA

A expulsão de jornalistas do Wall Street Journal da China, em função de artigo sobre o coronavírus, pode se desdobrar em novo conflito entre os dois países amanhã – mas situação permanece em aberto.

Confiança do consumidor

Sai amanhã a Sondagem do Consumidor de fevereiro (FGV). O índice recuou 1,2 ponto em janeiro, capitaneado pelos setores de menos poder aquisitivo e ainda influenciado pela alta da carne. Números de amanhã já trarão um olhar mais voltado para as perspectivas de 2020.

Atividade economia e consumo nos EUA e Alemanha

Destaque nesta quarta para o Índice de Atividade Industrial do FED da Filadélfia, que contribui para uma visão geral do setor nos EUA, e a Confiança do Consumidor na Alemanha. Espera-se recuo no índice industrial norte-americano (de 17 para faixa entre 12/10), mas ainda em patamar considerado positivo, e equilíbrio na Alemanha, em 9,8.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.12.18

Fator Eunício

A política cearense treme. Os irmãos Ciro e Cid Gomes têm dado sinais de que poderão romper com o governador Camilo Santana caso ele confirme a indicação de Eunício de Oliveira para o seu secretariado. Os “Gomes Brothers” só costumam se referir a Eunício de “picareta” para cima.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.11.18

Um fiapo de voz

Um pelotão de 14 senadores de oposição liderado por Cid Gomes e Randolfe Rodrigues vai lançar na primeira semana de dezembro um documento que promete balizar a atuação do grupo na Casa. Será um raro manifesto do anêmico campo da esquerda. Se alguém vai ouvir, é outro departamento.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.