15.08.17
ED. 5683

Cascalhos tributários

O então presidente da Vale, Roger Agnelli, foi o maior espadachim entre as mineradoras na cruzada contra o aumento da alíquota de royalties sobre a produção mineral, a Contribuição Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). Agnelli venceu a batalha dos royalties duas vezes, nos governos Lula. Essa sua intensa movimentação política junto com uma gigantesca demissão de funcionários da mineradora por ocasião da crise do minério de ferro foram a pá de cal no seu projeto de permanência na Vale. A luta do executivo rendeu a manutenção do status tributário até os dias de hoje, quando o setor de mineração parece ter capitulado. A troca é mais CFEM por menos investimento e competitividade nas exportações e mais desemprego na indústria extrativa mineral. Não parece um bom negócio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.