22.07.15
ED. 5168

Saída Sete

As negociações para um aporte do China Development Bank (CDB) na Sete Brasil se estendem também ao Estaleiro Atlântico Sul (EAS). No rastro da operação, a chinesa Cosco deverá se associar ao estaleiro controlado por Camargo Corrêa e Queiroz Galvão. Uma coisa está ligada à  outra: o EAS depende do soerguimento da Sete Brasil, com a qual tem contratos para a construção de sete sondas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.