fbpx
18.11.15

Mão fechada

 O ministro Joaquim Levy já avisou que não aceitará a proposta das empresas de medicina de grupo e seguradoras do setor para a criação de uma poupança de longo prazo com benefício fiscal voltada à área de saúde. O mecanismo existe nos Estados Unidos, mas Levy não abre mão de um tostão do superávit primário.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.