fbpx
05.02.19

Contra o tempo: aumento do funcionalismo prestes a cair

Definida a Presidência do Senado, o Palácio do Planalto está de olho na medida provisória que cancela ou adia o aumento salarial de várias carreiras do serviço público. A MP 849/18 aguarda designação de um relator e pode trancar a pauta de votação no Legislativo a partir da próxima sexta-feira, dia 8 de fevereiro. Publicada em setembro do ano passado, à época o governo informou que abrangia 209 mil servidores ativos e 163 mil inativos. Estima-se que a transferência de 2019 para 2020 da concessão do reajuste economizará R$ 4,7 bilhões para os cofres públicos este ano.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.