16.08.18
ED. 5933

Lobby químico

A Abiquim cerca Rodrigo Maia por todos os lados na tentativa de convencê-lo a adiar a votação da Medida Provisória 836/2018. Já aprovada na Comissão Mista da Câmara, a MP extingue o Regime Especial da Indústria Química, tirando do setor benefícios fiscais da ordem de R$ 3 bilhões. A esperança da Abiquim é evitar que a proposta seja levada ao plenário da Câmara durante o chamado “esforço concentrado”, uma espécie de fast track parlamentar acordado entre Maia e o presidente do Senado, Eunício de Oliveira, para
acelerar a aprovação de projetos no período eleitoral. Com isso, provavelmente a MP seria empurrada para 2019, com possibilidade até mesmo de caducar

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.