19.07.18
ED. 5913

Que surpresas ainda existem no balanço da Copel?

A direção da Copel discute a revisão de todos os seus balanços dos últimos cinco anos. Sabe-se lá o que poderá sair dessa Caixa de Pandora. A distribuidora paranaense está na berlinda do mercado após “descobrir”, em uma investigação interna, que havia investido cerca de R$ 150 milhões em um empreendimento imobiliário em Osasco (SP). O desembolso, realizado em 2014, não constava dos balanços da empresa em 2015 e 2016.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.