02.01.19

Efeito em cadeia

Os caciques do MDB do Rio já se preparam não só para um, mas para dois tsunamis. No partido, há um consenso de que, se Sérgio Cabral fechar seu acordo de delação premiada, ato contínuo Luiz Fernando Pezão seguirá o mestre.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.