02.03.18
ED. 5817

Me chama que eu vou…

Reza a lenda que o presidente do Insper, Marcos Lisboa, assim como Diógenes, o cínico, empunhou uma lanterna e saiu peregrinando em busca de um presidenciável que o aceitasse como assessor econômico. Versão maldosa, né? Lisboa, caso outra lenda se confirme, tornou-se conselheiro de Rodrigo Maia e está feliz da vida.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.