27.11.18
ED. 6002

Catarata de gastos

Ao que parece, a gestão do ministro Dias Toffoli na presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) será, digamos assim, um pouco mais “mão aberta” do que a de seus antecessores. O CNJ levou para o Recanto Cataratas – Thermas, Resort & Convention, em Foz do Iguaçu, a edição deste ano do Encontro Nacional do Poder Judiciário. A reunião, que ocorrerá nos dias 3 e 4 de dezembro, tem como objetivo definir o plano de ações e metas do Poder Judiciário para o ano seguinte. Tanto Ricardo Lewandowski quanto Cármen Lucia, os dois últimos presidentes do CNJ antes de Dias Toffoli, mantiveram o encontro em Brasília por contenção de custos. Caberá às respectivas Cortes – STF, STF e tribunais de primeira instância – arcar com as despesas do séquito de magistrados e servidores que invadirá a cidade das cataratas na próxima semana. Apenas como referência, a diária mais baixa do resort – um apartamento standard – gira em torno dos R$ 600.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.