29.12.17
ED. 5776

Bipartidarismo

A Cemig já identificou que a maioria esmagadora das 13 empresas que demonstraram interesse na compra da Light não passa de figurante. A própria diretoria da estatal aposta que o páreo ficará restrito à italiana Enel e à chinesa State Grid.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.