fbpx
07.10.19

Governadores atiram contra cortes no Fundo de Segurança

Os chefes do Executivo estadual pretendem aproveitar o Fórum Nacional de Governadores, amanhã, em Brasília, para protestar contra o contingenciamento e as mudanças no sistema de partilha do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP). Ao longo do fim de semana, um colegiado informal discutiu a melhor estratégia para abordar o assunto. Ainda não há um consenso. Alguns governadores defendem que esta é uma questão para ser tratada com mais ênfase dentro dos gabinetes. Outros se mostraram favoráveis a manifestações públicas contra o governo federal. Neste caso, os alvos naturais seriam os ministros Sergio Moro, responsável pela gestão do Fundo, e Paulo Guedes, o dono da”tesoura”. Um dos governadores mais inconformados é Reinaldo Azambuja, do Mato Grosso do Sul. O quinhão que caberá ao estado caiu de R$ 89 milhões para R$ 13 milhões. Do total de R$ 1,7 bilhão reservados, até o momento o governo transferiu para os estados não mais do que R$ 120 milhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.