fbpx
13.01.17

Viver ou morrer

A incorporadora paulista Viver, controlada pelo fundo norte-americano Paladin, vai apresentar seu plano de recuperação judicial até o próximo dia 20. A companhia não vai reinventar a roda: a ideia é queimar boa parte do banco de terrenos para amortizar o passivo superior a R$ 1 bilhão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.