23.11.18
ED. 6000

BNDES paga hoje a dívida externa de amanhã

Para quem viveu décadas de crise cambial, chega a ser espantoso ver o resgate antecipado de dívida externa virar coqueluche no país. Além do Tesouro Nacional, que tem exercido a recompra de títulos em dólar, o BNDES demonstrou, ontem, que o câmbio é um tigre de papel. A diretoria do banco aprovou o pré-pagamento de dois financiamentos contratados junto ao BID, em 1999 (US$ 1,1 bilhão) e 2002 (US$ 900 milhões), ambos com prazo de pagamento de 20 anos. Em setembro, o BNDES concluiu uma recompra de bonds, com resgate de US$ 646 milhões, que produziu um resultado positivo de US$ 170 milhões. Ambas as operações buscam um gerenciamento melhor de ativos e passivos. Para um país que tangencia a insolvência devido a um brutal endividamento interno, é curioso verificar que débitos em moeda forte viraram café pequeno.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.