fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
28.01.21

Os olhos de Bolsonaro no TCU

O Palácio do Planalto conta com o aliado Jorge Oliveira, ex-ministro da Secretaria Geral da Presidência e agora no TCU, para desobstruir dentro da Corte o processo de licitação da Ferrogrão. Principalmente depois que o MPF solicitou ao TCU que derrube a proposta do governo, de reservar R$ 2,2 bilhões em recursos públicos como garantia para obras na ferrovia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.01.21

Petrodólares

O Kuwait Investment Authority (KIA), fundo soberano do país árabe, é tido dentro do Ministério da Infraestrutura como um forte candidato ao leilão de concessão da Ferrogrão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.01.21

Ferrovia da discórdia

Ambientalistas pressionam o Ministério da Infraestrutura a fazer mudanças no traçado dos 1.370 km da Ferrogrão, que ligará Mato Grosso ao Paraná. O tom deve subir a partir da próxima semana, quando o Ibama iniciará o Estudo de Impacto Ambiental do projeto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.12.20

Rumo à Ferrogrão

A Rumo Logística, de Rubens Ometto, é tratada dentro do Ministério da Infraestrutura como forte candidata ao leilão da Ferrogrão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.08.20

Mil e uma noites

As primeiras conversas entre o Ministério da Infraestrutura e representantes do Fundo Soberano da Arábia Saudita em torno do projeto da Ferrogrão não foram das mais empolgantes. Os árabes querem garantias de contratação da ferrovia por grandes tradings agrícolas e produtores rurais por meio de acordos de longo prazo. Além disso, o fundo soberano árabe considera que o valor do empreendimento, cerca de US$ 1,5 bilhão para 933 quilômetros de trilhos, precisa ser ajustado para baixo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

A China Communications Construction Company (CCCC) já apresentou ao Ministério da Infraestrutura garantias firmes de bancos chineses para a construção da Ferrogrão, orçada em R$ 8,5 bilhões. O ministro Tarcisio Freitas pretende licitar a ferrovia em 2021. Esse trem se arrasta desde o governo Dilma.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

O Ministério da Infraestrutura trabalha com a data de março de 2021 para o leilão da Ferrogrão. Segundo o RR apurou, a Pasta mantém tratativas com grandes tradings agrícolas interessadas no negócio, a exemplo da Louis Dreyfus, Amaggi e Cargill. Todas topam entrar na operação, desde que o BNDES, redescoberto com o coronavírus, faça parte do comboio. O investimento total beira os R$ 13 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.05.20

…Outra na ferradura

O Ministério da Infraestrutura vai enviar ao TCU, até a próxima semana, os estudos para a privatização da Ferrogrão. A essa altura, é mais para cumprir tabela. Com a pandemia, o projeto de R$ 15 bilhões não sai do papel tão cedo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.02.20

“Transiberiana”

Os russos da RZD estão submersos nos números da Ferrogrão, uma das concessões que o ministro Tarcisio Freitas pretende leiloar neste ano. O grupo é representado no Brasil por Bernardo Figueiredo, ex-presidente da Empresa de Planejamento e Logística no governo Dilma. O senão é que os russos têm fama no governo de olhar, olhar, olhar e não investir em nada.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

06.12.19

Adviser mundial

Há tratativas conduzidas pelo Ministério da Infraestrutura para que o Banco Mundial participe da modelagem para a licitação da Ferrogrão. Por meio do IFC, seu braço financeiro, o Bird já participa dos estudos para a renovação da concessão da Via Dutra, que expira em fevereiro de 2021.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.