23.11.15
ED. 5253

Fim de linha?

  A deficitária Alumar caminha rumo ao seu inevitável destino. Nove meses após desativar toda a fundição, o trio Rio Tinto, BHP e Alcoa não consegue enxergar outra saída se não partir para a solução final: fechar a refinaria de alumínio e encerrar definitivamente as atividades da empresa. São 1,5 mil trabalhadores com a cabeça a prêmio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.