fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
23.08.21

Um sarapatel difícil de temperar na política baiana

Durante a sua passagem por Salvador nos próximos dias 25 e 26, Lula deverá dedicar parte do seu tempo a encontros com lideranças do PSD. A aliança do PT com o partido na Bahia está abalada, devido aos movimentos no tabuleiro eleitoral para 2022. A disposição dos petistas de lançar o atual governador, Rui Costa, à disputa pelo Senado esbarra com a candidatura à reeleição do senador Otto Alencar, do PSD. Ou é um ou é outro. Ou, então, cada partido para o seu lado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.08.21

Invasão de território

O PL, de Valdemar Costa Neto, se movimenta junto ao Palácio do Planalto para fisgar a presidência da Funasa. O órgão tem sido uma capitania hereditária do PSD. O partido foi o responsável pela indicação do coronel da Polícia Militar Giovanne Gomes da Silva, que deixou o cargo na semana passada. E já tenta emplacar o advogado Miguel da Silva Marques como seu substituto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.21

O K da questão

Lula estaria conversando diretamente com Gilberto Kassab sobre uma possível aliança entre o PT e o PSD em Minas Gerais. As tratativas entre os dois partidos vão e voltam, voltam e vão, sem nunca sair do lugar. A maior dificuldade é convencer o prefeito Alexandre Kalil, candidato ao governo de Minas em 2022. Kalil tem dito reiteradamente que não colocará a “estrela do PT no peito”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.07.21

Partido do eu sozinho

Geraldo Alckmin conta nos dedos os vereadores e deputados que estariam dispostos a deixar o PSDB e segui-lo rumo ao PSD. Quanto menos gente carregar, menor será o poder de fogo de Alckmin no novo partido. Isso se ele for mesmo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.07.21

No ritmo de Geraldo Alckmin

A demora de Geraldo Alckmin em formalizar sua filiação ao PSD começa a causar irritação em Gilberto Kassab e outras lideranças do partido. Tem gente achando que Alckmin está usando a negociação com a legenda em uma última tentativa de se cacifar dentro do PSDB para disputar a eleição ao governo de São Paulo. Mais provável que seja a conhecida lentidão do “Picolé de Chuchu”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.07.20

Ao inteiro dispor

As portas dos Correios estão abertas para indicações do PSD, de Gilberto Kassab. O único “imexível” é o presidente da estatal, general Floriano Peixoto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.07.20

O outro Paulo

Uma reunião em Petrópolis, na semana passada, praticamente enterrou as chances da candidatura do ex-presidente do BNDES Paulo Rabello de Castro à Prefeitura do Rio pelo PSD. A Rabello de Castro foi oferecido o comando da Fundação de Estudos Políticos, o think thank do partido. Pouco para quem deixou o PSC e entrou no PSD dando como certo ser o nome da sigla para a eleição municipal. Ou para quem ainda alimenta o sonho de ser Ministro da Economia.

Em tempo: o candidato do PSD à prefeitura do Rio deve ser o deputado federal e ex-presidente do Detran-RJ Hugo Leal.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.20

Ajoelhou, tem que rezar

Nas conversas com os assessores mais próximos, Jair Bolsonaro não esconde sua insatisfação com a postura de Gilberto Kassab. O ex-ministro tem pregado a independência do PSD. Bolsonaro espera que seja apenas um discurso para o público externo. Não foi para ser “independente” que o partido levou uma baciada de cargos, entre eles a recriação do Ministério das Comunicações e o comando da Fundação Nacional da Saúde (Funasa).

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.06.20

Banda larga

Há discussões no governo em torno da uma nova capitalização da Telebras. No ano passado, a empresa recebeu da União cerca de R$ 1,5 bilhão. De onde virá o dinheiro novo, em meio à dramática asfixia fiscal, não se sabe. Mas, parece um projeto sob medida para o Centrão, mais precisamente o PSD, de Gilberto Kassab, prestes a fisgar o comando da Telebras.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.06.20

Pai da criança

O PSD, de Gilberto Kassab, está computando um gol que não marcou. O governador Romeu Zema foi o personagem decisivo na nomeação de Giovanne Gomes, comandante da Polícia Militar de Minas, para a presidência da Fundação Nacional da Saúde (Funasa).

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.