Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
21.07.17
ED. 5666

Briga acirrada pela Vigor

A Danone também entrou na disputa para ficar com a Vigor, fabricante de laticínios da JBS. Seu maior concorrente é a francesa Lactalis.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

20.04.17
ED. 5603

Lactalis tira leite de pedra

A Lactalis está tirando o sono dos pecuaristas dos Pampas. Com o poder de quem capta 25% de toda a produção de leite do Rio Grande do Sul, o grupo francês tem achatado o preço de referência dos contratos para menos de R$ 1 por litro, patamar praticado no estado. Quem não aceita as imposições da companhia que tente vender para outro. Os produtores gaúchos esperam que seja apenas um interregno na lua de mel com os franceses. No ano passado, a Lactalis, que comprou os ativos da BRF na área de laticínios, transferiu a sede da sua subsidiária brasileira de São Paulo para Porto Alegre.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.06.16
ED. 5397

Danone compra para saltar no ranking

 Depois de colecionar derrotas na disputa com a arquirrival Lactalis no Brasil –, a concorrente comprou a área de lácteos da BRF e fábricas da LBR –, o presidente da Danone, Dario Marchetti, recebeu da matriz a ordem que esperava ansiosamente: virar a mesa no mercado brasileiro. Marchetti ganhou licença para comprar de uma só tacada duas empresas. Para encurtar a distância das líderes em laticínios, o executivo tem na prancheta de aquisições a Aurora, de Santa Catarina, e a paulista Embaré. Juntas tirariam a Danone da humilhante nona posição no ranking do setor e catapultariam a empresa para a vice-liderança, ocupada justamente pela Lactalis. O grupo passaria a ter uma produção anual de 1,5 bilhão de litros de leite, mais de 300% acima do que captou no ano passado. Para não ser derrotado novamente, Marchetti não apenas tomou a dianteira das negociações com a Aurora e a Embaré, antes de qualquer movimento da Lactalis, como também fez uma oferta de compra com porteira fechada.  As transações são consideradas pela matriz e pelo presidente da Danone como vitais para sua permanência à frente da companhia. Afinal, após um longo ciclo de crescimento da empresa francesa, com a multiplicação por dois da receita a cada cinco anos desde 2004, a Danone está em um ritmo de velocidade baixíssima. Marchetti, já há dois anos e meio no cargo, sofreu com uma forte queda da produção da empresa em 2015. Nem pode alegar ao board que o mercado está ruim para todos. Dos 15 maiores fabricantes de laticínios do país, mais da metade conseguiu aumentar a captação de leite. As seguintes empresas não se pronunciaram:  Danone.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.07.15
ED. 5165

Leite A e leite B

A francesa Lactalis está gastando até 20% mais do que esperava no processo de integração dos ativos da Lácteos Brasil e da BRF, comprados no ano passado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.06.15
ED. 5152

Quase pessoal

 Patrick Sauvageot, nº 1 da Lactalis na América Latina, parece ter um gosto especial por tripudiar de sua antiga casa. Ex-CEO da Danone, está prestes a cooptar para a Lactalis um dos maiores distribuidores da concorrente no Nordeste. Não custa lembrar que Sauvageot já havia derrotado a Danone na disputa pela LBR e pelos ativos lácteos da BRF.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.03.15
ED. 5091

Copo duplo

Após comprar ativos da BRF, a francesa Lactalis mira na Laticínios Jussara, de São Paulo, com receita anual em torno de R$ 1 bilhão. Consultada, a empresa paulista negou a venda do controle.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.03.15
ED. 5078

Mesa farta

A compra de ativos da BRF e da Lácteos Brasil não saciou o apetite da Lactalis. Os franceses querem colocar na mesa do café da manhã as marcas Polly, de leite em caixa, e Cativa, de manteiga, pertencentes a  paranaense Confepar. No pacote, assumiriam também uma fábrica da cooperativa. Consultada pelo RR, a Confepar disse que não teve contatos com a Lactalis.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.02.15
ED. 5054

Leite derramado

 A francesa Lactalis, que comprou os ativos da BRF na área de laticínios, cogita fechar até três das 12 fábricas herdadas. Procurada, a empresa informou “ainda não ter informações concretas sobre o assunto”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

01.10.14
ED. 4969

Coalhada

 Os primeiros meses de Dario Marchetti na presidência da Danone no Brasil têm sido um azedume só. O italiano é cobrado pela frustrada negociação para a compra da divisão de lácteos da BRF, que acabou nas mãos da grande rival Lactalis, também francesa. É pressionado ainda pelo achatamento das margens de lucro da empresa em 2014.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.08.14
ED. 4928

Copo duplo

A Lactalis estaria se unindo a  canadense Saputo nas negociações para a compra da divisão de lácteos da BRF. A concorrência é dura. Estão no páreo a também francesa Danone e a mexicana Lala.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.