15.05.15

A direção da Marcopolo

A direção da Marcopolo avalia a hipótese de um novo período de férias coletivas na fábrica de Caxias do Sul. Em fevereiro, toda a produção ficou parada por dez dias. Oficialmente, a Marcopolo garante que não há previsão de nova paralisação na unidade gaúcha -por ora, o que existe é a suspensão das atividades por seis dias ao mês, dentro do acordo de flexibilização da jornada feito com os trabalhadores. Digamos, no entanto, que o cenário se agrave, e a Marcopolo seja forçada a dar novas férias a todos os operários. É ruim? É. Mas, convenhamos, é melhor do que botar um mundaréu de gente na rua.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.