fbpx
13.10.20

Toda a postagem será castigada

Segundo um dos integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), o colegiado deverá referendar, na reunião de hoje, a pena de censura à procuradora do Trabalho Margaret Matos de Carvalho. Em um post do Instagram, Margaret insinuou que Rodrigo Maia recebeu propina do governo para aprovar a reforma da Previdência. O caso é considerado dentro do Ministério Público: ele mostra a tendência do CNMP de punir manifestações de cunho político dos procuradores.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.