Hubs portuários são a próxima atração de Tarcísio Freitas

  • 23/01/2020
    • Share

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, está debruçado sobre o projeto de criação de hubs portuários, notadamente nas regiões Norte e Nordeste. Segundo o RR apurou, o primeiro empreendimento deverá ser no Amapá. O governo tem planos de leiloar uma área dentro da Companhia Docas de Santana (antigo Porto de Macapá) para a movimentação, armazenamento e distribuição de granéis. Há estudos também para a licitação de outro hub na Região Amazônica e de dois empreendimentos similares no Nordeste.

É o esforço de Tarcísio Freitas para engrossar o caldo do programa de concessões, que ficou aquém do esperado no primeiro ano do governo Bolsonaro. O hub do Amapá é uma peça importante no quebra-cabeças logístico do agronegócio no chamado “Arco Norte”. O governo está prestes a concluir os 50 km de pavimentação da BR-163 até Itaituba (PA). A partir dali já existe um corredor hidroviário que chega a Macapá, através dos rios Santarém e Amazonas.

Esta será uma destacada rota de escoamento para a produção agrícola do Centro-Oeste. O Porto de Macapá está em uma localização estratégica, sendo o terminal brasileiro mais próximo dos Estados Unidos, da Europa e da África Ocidental. A área também apresenta características propícias para navios de maior porte. Segundo estudos da Marinha, o fundo do rio na região é formado por uma lama fluída, com baixo risco de encalhes. Ressalte-se ainda que o governo está investindo R$ 10 milhões para aumentar o calado de 11 metros para 11,70 m.

#Hub #Ministério da Infraestrutura #Tarcísio Freitas

Leia Também

Todos os direitos reservados 1966-2024.

Rolar para cima