Tag: TAV Brasil

Infraestrutura

Governo busca financiamento internacional para o trem-bala

25/01/2024
  • Share

O presidente da estatal TAV Brasil, Bernardo Figueiredo, tem mantido conversações com diretas com bancos de fomento multilaterais. A missão é buscar financiamento para o projeto do trem-bala entre Rio e São Paulo, projeto que vem e vai, vai e vem há mais de uma década. Nos cálculos mais recentes, o empreendimento é orçado em R$ 60 bilhões. Duas das instituições com as quais Figueiredo vem dialogando de forma mais recorrente são o Banco Europeu de Investimentos (BEI) e o Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o “Banco dos Brics”. Nesse último, o presidente da TAV Brasil está em “casa”. Figueiredo foi presidente da EPL (Empresa de Planejamento e Logística) e um personagem influente na área de infraestrutura durante o governo de Dilma Rousseff, presidente do NDB.

#Banco Europeu de Investimentos #NDB #TAV Brasil

Infraestrutura

O trem-bala pode reencontrar sua “maquinista”

16/10/2023
  • Share

O trem-bala entre Rio e São Paulo não conseguiu assento no “Novo PAC”, mas continua no radar do governo. Renan Filho, ministro dos Transportes, e Bernardo Figueiredo, CEO da TAV Brasil – a estatal responsável pelo empreendimento – pretendem buscar o apoio de agências de fomento multilaterais para garantir o financiamento de parte do projeto, orçado em R$ 50 bilhões. Uma parada obrigatória é o chamado “Banco dos Brics”. Lá está aquela que talvez tenha sido a maior entusiasta do trem-bala, a ex-presidente Dilma Rousseff, hoje no comando do NDB (Novo Banco de Desenvolvimento). Quase todo o projeto foi desenvolvido no governo Dilma, quando o próprio Figueiredo comandava a EPL (Empresa de Planejamento Logístico).

#Novo PAC #TAV Brasil #trem-bala

Infraestrutura

Trem-bala ressurge com um incômodo passageiro

6/03/2023
  • Share

Uma das primeiras missões de Bernardo Figueiredo à frente da TAV Brasil será resolver um contencioso internacional. A estatal já cogita a (re) contratação da italiana Italplan Engineering como consultora do projeto do trem-bala – fetiche do governo Dilma ressuscitado no Lula III. Seria uma forma de fazer um acordo para encerrar um litígio que se arrasta há quase uma década. A empresa cobra do governo brasileiro algo em torno de 260 milhões de euros. A suposta dívida se refere a serviços de consultoria técnica prestados à EPL (Empresa de Planejamento Logístico) no governo Dilma. No ano passado, o Brasil teve uma vitória na própria Justiça italiana. A Corte de Cassação da Itália, correspondente ao STJ, reverteu decisões de instâncias inferiores favoráveis à empresa. A Italplan não desiste de cobrança e já sinalizou que vai recorrer a uma Corte de Arbitragem internacional. Figueiredo conhece bem toda a história. Era o presidente da EPL quando dos primeiros estudos para a implantação do trem-bala

#EPL #Italplan #TAV Brasil

Todos os direitos reservados 1966-2024.