27.12.17
ED. 5774

“Superagência” da discórdia

A proposta do ministro Blairo Maggi de transformar a Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) em uma “superagência” está provocando fissuras no governo. A Fazenda trabalha, desde já, contra o projeto, que esvazia os poderes dos auditores fiscais federais agropecuários. Pela proposta, a SDA terá maior autonomia sobre a aplicação e a arrecadação de multas aplicadas a empresas agropecuárias. Outro ponto tão ou mais polêmico é o que prevê que mais da metade dos valores arrecadados com penalidades seja destinado ao próprio Ministério da Agricultura. Maggi quer que o projeto seja votado na Câmara ainda no primeiro trimestre de 2018. Mas, se for para comparar o seu poder de articulação e barganha junto ao Legislativo ao de Henrique Meirelles, não dá nem para saída.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.