13.01.17
ED. 5538

Sucessão emperrada

O octogenário Nevaldo Rocha já gostaria de ter passado definitivamente a gestão executiva do Grupo Guararapes e da Lojas Riachuelo para o filho, Flavio Rocha. Mas não vai coroá-lo enquanto ele não se decidir entre os negócios da família e a política. O rebento dá sinais de que poderá ser seduzido pelo canto que vem do PSDB. Consultado, Flavio Rocha disse “desconhecer as informações”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.