16.11.18
ED. 5995

PSL toma um banho de loja

De volta ao comando do PSL, o deputado eleito Luciano Bivar vai conduzir um plano de reestruturação da legenda. O objetivo é apagar a pecha de partido de aluguel e montar uma organização à altura da sigla que elegeu o presidente da República, 53 deputados e quatro senadores. A prioridade no “business plan” de Bivar é estruturar os 27 diretórios estaduais. A maioria está instalada em imóveis temporários e tem direções interinas. Além disso, a bancada do PSL será submetida a uma espécie de “intensivão” sobre o funcionamento do Congresso. Uma parte expressiva dos eleitos é marinheiro de primeira viagem, que embarcou no fenômeno Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.