29.09.17
ED. 5715

Pezinho

O Programa Estadual de Desestatização (PED) lançado pelo governo do Rio periga se transformar numa venda de garagem, dada a miudeza dos ativos ofertados. Além da RioTrilhos e da Flumitrens, ou melhor, do que sobrou delas, o PED deverá contemplar também a privatização de museus, como o da Imagem e do Som (MIS).

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.