20.04.18
ED. 5851

Parente e Bendine, tão perto, tão longe

Parece haver um irresistível magnetismo entre a Petrobras e a BRF. Caso se confirme sua nomeação como chairman da empresa  de alimentos, curiosamente Pedro Parente seguirá os passos de seu antecessor, Aldemir Bendine, tornando-se o segundo presidente da estatal no board da companhia. A coincidência não poderia unir personagens tão distintos e de biografias tão díspares. Bendine dispensa comentários. Já Parente é, há muito, um dos mais bem cotados executivos do país. A julgar pelo seu histórico, ele levará a concórdia à BRF. Parente tem como tradição tocar a gestão de forma harmoniosa mesmo quando o cenário exige decisões mais contundentes, vide a própria Petrobras.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.