04.02.19
ED. 6047

O voo errático de Samuel Klein

Michael Klein sonhou que o Barão Vermelho, Manfred Von Richthofen, pilotando o seu Fokker Dr. I, dava rasantes sobre a frota da Icon Aviation, abatendo vários jatos. Klein comprou a empresa de afretamento aéreo em 2016 com as dívidas inclusas no pacote de venda. Como tem muito dinheiro imaginou-se que tiraria de letra as obrigações financeiras da empresa. De lá para cá, o passivo tem voado mais alto do que suas aeronaves. Já bateu a casa do R$ 1 bilhão. A situação é tão ruim que o empresário detonou o presidente da companhia. A mudança não traz grande animação. Com ela deverá vir também uma lista de corte de pessoal. Não é preciso recorrer a Freud para explicar o Barão Vermelho.

Parece que o empresário Michael Klein gosta de fortes emoções. Apesar das dificuldades com a sua empresa de frete aéreo, pretende tomar outro risco no mercado. Quer concorrer com o Uber. A empresa se chamaria “K”, mais sofisticada do que o aplicativo de transporte. Teria carros grandes e potentes em um serviço de bordo quatro estrelas. Além da condução a vários destinos da cidade, ofereceria como programa lugar itinerante para reuniões ou mesmo longos passeios pela cidade para que se possa desfrutar um drinque ou um namorar um pouquinho.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.