10.07.19
ED. 6153

O “sindicalista” Rodrigo Maia

Logo após o recesso do Congresso, em agosto, CUT e Força Sindical vão levar ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o esboço de um projeto para substituir a MP 873, que caducou no mês passado. As centrais apostam na disposição de Maia de andar na contramão do governo para emplacar suas propostas. Antes que o Palácio do Planalto apresente novo projeto para extinguir a contribuição sindical obrigatória, como prévia a MP 873.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.