22.10.18
ED. 5978

O otimismo de Pezão resistirá a 2019?

Luiz Fernando Pezão chamou a atenção dos presentes ao evento de lançamento de novas linhas de produção da CSN em Volta Redonda, na última quinta-feira – entre os quais o próprio Benjamin Steinbruch. Descontraído, Pezão nem lembrava o governador de um estado sob intervenção federal e com um rombo fiscal previsto para este ano da ordem de R$ 5 bilhões. Em petit comité, ao ser perguntado por um empresário sobre o seu futuro, reafirmou que deixará a política e fez troça, dizendo que, a partir de janeiro, “estará à toa, de pernas para o ar”. Isso, claro, se a Justiça deixar…

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.