fbpx

 Mesmo após o anúncio oficial – antecipado pelo RR em 21 de setembro –, a venda da fábrica da Microsoft em Manaus está na corda bamba. A Flextronics, compradora da unidade, havia se comprometido a assumir a produção de celulares da marca norte-americana no Brasil. Mas deu para trás, sob a alegação de que a operação não tem escala e é deficitária. Agora é tarde. A Microsoft já avisou que vai rescindir o contrato caso a Flextronics mantenha a decisão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.