fbpx
17.06.20

Sem ressentimentos

Abraham Weintraub “mandetizou”. A exemplo do ex-ministro da Saúde, não vai pedir demissão. Está fazendo de tudo para deixar claro que sua iminente saída do Ministério da Educação se dará por decisão de Jair Bolsonaro. Mas, Weintraub continua sendo um
membro das hostes bolsonaristas: o presidente procura um cargo para ele que não passe pelo Congresso, sobretudo pelo Senado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.