fbpx
28.03.17

Risco jurídico do Maraca joga CSM para escanteio

A inglesa CSM desistiu da concessão do Maracanã menos pelos termos e valores da negociação e mais pelo alto risco jurídico. Os britânicos foram aconselhados por seus advogados a pular fora do barco devido à falta de blindagem em relação ao passado. Ressalte-se que o Ministério Público do Rio já pediu à Justiça o cancelamento da concessão, o que automaticamente tornaria nula a transferência do estádio para a CSM. Prestes a fechar o negócio, a francesa Lagardère, que estava na disputa com os ingleses, parece ter mais estômago para o risco.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.