Reputação é tudo

  • 13/04/2018
    • Share

Mais até do que da própria M. Dias Branco, partiu do Itaú BBA a voz de comando para a suspensão do lançamento de R$ 600 milhões em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) da companhia, formalizada ontem. Tudo o que banco dos Setúbal menos queria neste momento era liderar a emissão de um papel contaminado pela Operação Tira-Teima, da Polícia Federal, que nesta semana realizou busca e apreensão nos escritórios do grupo cearense.

#Itaú

Leia Também

Todos os direitos reservados 1966-2024.

Rolar para cima