fbpx
21.08.20

Pouso forçado

Pressionadíssima pela pandemia, a Gol estuda reduzir drasticamente seus gastos com marketing. Um dos investimentos sob risco é o
patrocínio à seleção brasileira. O atual contrato com a CBF vai até meados de 2021.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.