Página quase virada

  • 26/08/2022
    • Share

É o fim de uma era na Saraiva. A família de mesmo nome, controladora da rede de livrarias, deverá ficar com uma participação acionária inferior a 30% após a conversão de parte das dívidas em ações. O acordo com os credores é uma tentativa de encerrar uma recuperação judicial que já dura quatro anos. A Saraiva soma dívidas de mais de R$ 460 milhões. Já teve mais de 120 lojas; hoje são 34. Consultada, a companhia informou que “fará, nas próximas semanas, os atos societários que são necessários para a emissão das ações para o pagamento dos credores conforme o Plano de Recuperação Judicial.”

#Livrarias Saraiva

Leia Também

Todos os direitos reservados 1966-2024.

Rolar para cima