fbpx
15.02.18

O Rio acabou?

O Carrefour teve de redesenhar sua operação logística no Rio e as rotas percorridas por seus caminhões devido à explosão do roubo de cargas na cidade. Não só: em pouco mais de um ano, seus custos com o seguro de veículos e mercadorias subiram 20%.

A Vivo está transferindo parte de seus executivos para São Paulo. Noves fora questões de ordem estratégica, o remanejamento se deve, sobretudo, ao aumento da criminalidade no Rio. Qualquer dia, a companhia se desliga de vez da cidade.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.