fbpx
23.06.20

O anti-marketing do Santander

Há um desencontro de intenções entre o prefeito Bruno Covas e o Santander. Covas pretende tornar ainda mais rigorosa a regulamentação contra a poluição visual em São Paulo. O Santander, por sua vez, planeja soltar uma enxurrada de cartazes em bancas de jornal pela cidade. É a contrapartida do projeto “A gente banca”, lançado pela instituição financeira em meio à pandemia para financiar jornaleiros de todo o país. Covas já manifestou seu incômodo com propagandas espalhadas por vias públicas. O projeto “A gente banca” parece precisar de sal grosso. A pedido da Associação Nacional de Jornais, o Conar tirou do ar a campanha publicitária do Santander. Os filmetes incentivavam as bancas a mudarem seu modelo de negócio, apresentando jornais e revistas como algo ultrapassado. Consultado, o Santander confirma que a campanha foi encerrada “tão logo o banco foi notificado pelo Conar”. Em relação à ordem pública, a instituição assegura que o projeto está focado “nas cidades onde a legislação local permite a sua aplicação”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.