fbpx
14.01.20

O anonimato dos inocentes

Número quente que será divulgado nos próximos dias pelo Ministério da Família: o governo federal gastou cerca de R$ 30 milhões em 2019 com programas de proteção a testemunhas. No entanto, outro dado merece mais destaque do que os cifrões. Não houve registro de ameaça às mais de 1,1 mil pessoas anonimamente sob guarida do Estado. Esse contingente inclui, por exemplo, 645 deep throats que denunciaram integrantes de facções criminosas e milicianos. É um raro Brasil que funciona.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.