22.02.19

Nem a ONU se sente segura na Venezuela

Em meio à crescente tensão causada pelo fechamento da fronteira da Venezuela com o Brasil, anunciado ontem, nenhum organismo da ONU deverá participar da ajuda humanitária prevista para o próximo sábado na região. Com a decisão do governo Maduro, os caminhões vindos de Caracas que recolheriam donativos em Roraima não serão enviados. Segundo informações filtradas junto ao Ministério das Relações Exteriores, é provável que entidades do terceiro setor que participariam da tour de force também revejam sua posição.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.