fbpx
18.11.19

Nas redes sociais, eles por eles

O “comandante” José Dirceu vai ter também sua central de redes sociais. Enquanto bate pé pelos diretórios do PT no país, articula e conspira com esquerdas mais e menos votadas, a máquina mortífera de Dirceu na internet funcionará como uma usina de provocações. O “comandante” não focará em Jair Bolsonaro. O pugilato com o “Capitão” fica para Lula. Dirceu pretende cair dentro dos “bolsonarinhos”, Eduardo, Flavio e Carluxo. Identificou que os rebentos são mais fáceis de arrebentar, no sentido metafórico, é claro. Os filhos do “Capitão” não resistem a um convite para a briga. O projeto é desestabilizá-los, deixando que eles façam o restante do trabalho: falar barbaridades nas redes sociais, que serão reproduzidas na grande mídia, comprometendo a imagem do papai. É possível que venha por aí uma guerra da falta de decoro, na qual um radical líder das esquerdas e perito em golpes baixos vai se digladiar na arena digital com truculentos e francos atiradores, faixas pretas em baixarias.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.